Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Aprendizagens e Reflexões

Aprendizagens e Reflexões

Educar para as emoções

Beatriz Costa, 04.03.24

Não é sobre ser forte ou não. É sobre, por vezes, nos sentirmos à deriva. Há momentos assim e está tudo bem. Não é sobre: "tu és superior a isso". É sobre sentirmos as emoções à flor da pele e está tudo bem. É sobre tristeza e revolta.

 

É sobre a mudança constante. É sobre não poder fazer grandes planos. É sobre ter que adaptar a um novo horário, novos colegas, novo ambiente, novo espaço, novos miúdos, novas famílias...

 

É sobre gostar de sítios e não poder ficar... É sobre não gostar de sítios, arriscar, sair, e voltar a mudar... É sobre fazer mais uma substituição, nunca sabendo quando a "verdadeira" educadora irá voltar... É sobre sentir que o grupo de crianças não é "nosso"... É sobre sentirmo-nos perdidos nas nossas práticas educativas, porque não estamos ali desde o início, não sabemos o que está feito, ou não... É sobre sentirmo-nos como se estivéssemos apenas a "tapar buracos"... 

 

É sobre ter de tomar decisões rápidas. Ficar ali ou acolá... Voltar à estaca 0 ou fazer mais uma substituição... É sobre ter de mostrar sempre boa cara, porque trabalhamos diretamente com crianças e os seus familiares... É sobre ter uma hipótese e logo a seguir ser recusada... É sobre ter hipóteses e recusar, porque não estamos bem... É sobre sentir que as nossas ideologias não se encaixam no sistema de ensino português... É sobre pressão e expectativas alheias...  É sobre pressão sobre nós próprios para insistir e persistir... É sobre ter de parar... É sobre saber dizer não... É sobre tudo isto e muito mais... Não é sobre ser forte ou não. É sobre, por vezes, nos sentirmos à deriva.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

24 comentários

Comentar post